28 outubro, 2020
Banner Top

Nos anos de 1960 existia uma limitação quanto ao uso da tração dianteira em carros com motores acima de 2.000 cm3 e que pesassem mais de 1.000 kg. Motivo disso, era a alegação de que as rodas dianteiras não aguentariam a tração, os freios e o peso do carro. A alta potência e torque trariam movimentos indesejados para a direção.

Em 1966 a Oldsmobile, divisão da General Motors, lançou o Oldsmobile Toronado, quebrando os conceitos e limitações sobre a tração dianteira. Considerado um muscle car e um coupé de luxo, o Toronado foi uma grande e importante conquista para os engenheiros da marca, com motor V8, pesando mais de 2 toneladas que comportava uma tração dianteira.

O Oldsmobile Toronado foi produzido entre os anos de 1966 e 1992, com total de 4 diferentes gerações. Considerado o divisor de águas, o primeiro automóvel produzido em massa nos EUA com tração dianteira depois do revolucionário Cord 810/812.

Início do projeto

No fim dos anos 1950 surgia uma nova categoria de automóveis, os luxuosos de uso pessoal, quando a Ford lançou o Thunderbird de 4 lugares. Com o sucesso do novo modelo, pouco tempo mais tarde apareceram alguns rivais. O primeiro deles foi construído pela Buick, divisão da General Motors, era o Buick Riviera.

Em meio a esse novo mercado a Oldsmobile e a Cadillac trabalhavam juntas em uma nova plataforma de tração dianteira, com o codinome XP-784, futuro Toronado. O objetivo de ambas as divisões da GM era lançar coupés de luxo pessoal.

O departamento de engenharia da Oldsmobile inicialmente idealizou o novo modelo em uma plataforma menor, do corpo A. Devido principalmente o alto custo, o projeto foi levado a um carro maior e mais caro.

Para chegar no veículo ideal, com motor V8 de alta potência e torque, carroceria grande e pesada e sua tração dianteira, foram necessários 7 anos de estudos e desenvolvimento.

O Oldsmobile Toronado foi desenhado po David North e Bill Mitchell. Lançado em 1966, foram 40 mil unidades vendidas logo no primeiro ano, mas o número caiu pela metade no ano seguinte.

A primeira geração, a mais emblemática, foi produzida de 1966 a 1970.

O Toronado foi oferecido em duas diferentes carrocerias, o Hardtop padrão duas portas e o Deluxe opcional para duas portas. Seus faróis de pop-up eram operados a vácuo e uma grade de barras horizontal prestaram homenagem ao Cord.

Em 1968 o Oldsmobile Toronado ganhou sua primeira atualização de design. Algumas mudanças foram feitas, como os faróis, que passaram a ser ocultos por uma belíssima grade com seu nome estampado.

Oldsmobile Toronado

Nas próximas 3 gerações o Toronado ganhou diferentes desenhos e configurações, terminando sua produção em 1992.

Características do Oldsmobile Toronado

O oldsmobile Toronado apresentou outras grandes inovações, não só sua tração dianteira, mas também uma transmissão automática de três velocidades, chamada Turbo-Hydramatic 400 para veículos pesados. 

oldsmobile toronado

Uma transmissão manual não foi cogitada para o modelo. Na época, todos os carros de luxo norte americanos já apresentavam transmissão automática, e além disso o desempenho da transmissão escolhida para o Toronado, se mostrou mais que adequada.

Outra inovação era seu Carburador Rochester Quadrajet de quatro barris. Foi preciso que a fabricante de pneus Firestone projetasse um pneu especialmente para o Toronado, denominado TFD (Toronado Front Drive).

O motor escolhido para o modelo de 1966 foi o Super Rocket, um V8 da Oldsmobile de 7L que gerava aproximadamente 385 cavalos de potência. Recebeu um coletor de admissão exclusivo para permitir a folga no capô do carro.

O Toronado de 1966 era capaz de acelerar de 0 a 100 km/ h em 7,5 segundos Também era capaz de atingir uma velocidade máxima de 217 km/ h.

O segredo do Oldsmobile Toronado era sua distribuição de peso, por esse motivo e outras tecnologias, foi possível a fabricação de um carro pesado e motor forte com tração dianteira. 60% de seu peso foi concentrado sobre o eixo dianteiro, sobre em um trem de força compacto e superdimensionado.

Oldsmobile Toronado

Os freios eram operados hidraulicamente em tambores, geralmente considerados o elo fraco do Toronado. Como um carro bastante pesado, mais de 2 toneladas, após algumas frenagens os tambores de freio superaquecem, perdendo sua força levando um tempo maior para frear o carro. Em 1967 a Oldsmobile adicionou freios a disco dianteiros ao Toronado. 

Como características dos carros coupés, o Oldsmobile Toronado, com mais de 5 metros de comprimento, possuía longas portas que facilitavam o acesso ao banco traseiro.

O modelo esbanja espaço interno e conforto. O principal motivo de tanto espaço interno é a ausência do túnel central, possibilitando um assoalho plano.

O acabamento interno luxuoso, traz o complemento da sua beleza e linhas externas e claro, suas tecnologias da época. Extremamente confortável, seus bancos um requinte a parte. O volante estilizado com um anel de buzina em formato de delta duplo que emoldurava a visão de um velocímetro de desenho único, no estilo caça níquel.

O Toronado ganhou sua primeira mudança em 1968, com novas linhas, principalmente sua frente, com novo design e seus faróis realocados, mas ainda ocultos.

Oldsmobile Toronado 1968

O modelo a venda pela Old is Cool Motors é um dos pouco exemplares existentes no Brasil.

Oldsmobile Toronado

É o segundo modelo da primeira geração do Oldsmobile Toronado, produzida de 1966 a 1970.

Possui um motor  V8 Big block transversal de 7.5 litros turbojet, que produzem 445 cavalos de potência.

Um veículo longo, baixo e largo. Típico coupé da época mas com design exclusivo, com um longo capô, cabine recuada e seu teto com uma queda suave. Possui aproximadamente 2.100 kg, 5,5 metros de comprimento e 2 metros de largura.

Seu interior ainda totalmente original, é luxo e conforto puro. Com destaque para o volante exclusivo, assim como seu velocímetro, os símbolos cromados nas portas e suas tiras de couro para auxiliar ao fechar a porta.

Seus faróis ocultos por uma belíssima grade é um destaque a parte. Assim como as curvas de seus para-lamas traseiros e seu teto de vinil, em perfeito estado.

Como o pessoal da Old is Cool Motors diz: “Pequeno, prático e econômico não fazem parte desse carro nem dessa época”

Para maiores informações, entre em contato com a Old is Cool Motors em seu site oficial.
Veja outros antigos também no Instagram da Loja.

Tags: , , ,

Related Article

0 Comments

Leave a Comment