30 Maio, 2020
Banner Top

Após a polêmica da semana passada levantada pelo @flatout, sobre restaurar ou não um carro antigo. Trouxemos o caso de um membro de nossa equipe que reformou este Ford Taurus de segunda geração.

O carro estava praticamente condenado porém com motor e parte elétrica funcionando. E como o valor pedido era extremamente convidativo (mais barato que um iPhone!), nosso editor de conteúdo resolveu encarar a missão e levou a barca para casa. Por se tratar de um modelo que foi sucesso de vendas no mercado americano, existe então ampla oferta de peças de reposição com valores bem acessíveis tanto aqui no Brasil quanto lá fora. E foi graças a esta característica (além de tempo, paciência, ajuda de familiares e amigos) que o projeto está sendo concluído dentro do orçamento planejado.

Mas não se iluda, pagar barato tem consequências e após a aquisição do veículo vieram a reforma do câmbio, do alternador, troca de amortecedores e pneus, revisão elétrica, troca da bomba d’água, bomba de combustível, cabo de velas, tampa do distribuidor, pintura completa, revisão do ar condicionado, além de dezenas de itens de acabamento. Tudo isso para poder curtir um carro extremamente confortável, equipado e que dá pra usar tanto no dia a dia quanto na estrada, onde o V6 roda suave!

E você, restaurou ou comprou pronto o seu carro? Comente com a sua história.

Fotos: Leonardo Azevedo

Me chamo Luís Felipe Risso. Sou formado em administração pela PUC-SP e pós graduado na FGV.

0 Comments

Leave a Comment